segunda-feira, 15 de março de 2010

LIVRE-ARBÍTRIO

Wikipédia me ajudou. Entretanto, "doutrina filosófica que defende que a pessoa tem o poder de escolher suas ações" é muito pouco pra definir uma palavra composta. Livre-arbítrio tem um poder duplo, de defesa e vontade. Não somos apenas marionetes em um mundo cheio de poluições. Minha cabeça pesada rege meus pensamentos, e faz-me crer que não devo ser indiferente aos fatores externos. Por que devo eu esquecer o mal e fingir que acordo todos os dias sem nuvens no céu? Queria poder dizer que minha vida é definida pelas minhas atitudes, mas nem tudo que penso vai pro papel, e nem tudo que digo faz sentido nos meus atos... às vezes me sinto num beco onde desaparecem minhas defesas e vontades, meus medos e segredos, como se alguém me controlasse e fizesse eu desviar meu caminho pro certo, e não pro bom... eu nao quero ser controlada, quero errar, ser responsabilizada por tal. Quero arriscar e cair, quero quebrar a cara, bater na parede cem vezes pra entender que a vida não existe por si só, você organiza suas metas, não é tudo questão de destino... não é tudo questão de direitos. Cresci ouvindo que eu devo assumir meus passos em falso, minhas crenças equivocadas e minha fé mal calculada. Eu não pedi pra ser ingênua, não pedi pra ser enganada, controlada, mas hoje eu acordei com a sensação de que alguém consegue mudar meu sorriso, minhas lágrimas, minhas vontades e desejos... alguém que tornou-se minha prioridade, enquanto eu sou apenas uma opção... alguem que sem querer me usa pra construir seu dia, pra completar seu eu, pra justificar seus erros. Não era pra ser uma marionete, eu tenho o poder sobre minhas vontades, eu tenho meu direito de defesa, eu tenho meu livre-arbítrio... Mas essa dupla importância, esse duplo significado, essa dupla dimensão, é dividida: eu tenho meu direito de defesa, mas minhas vontades estão tão tomadas por alguém, que meu escudo ficou transparente... pra que me defender? meu sadomasoquismo não me deixa ser livre.



Próximo tema: Céu e Inferno

3 comentários:

Gabriel Zambrone disse...

bravo.

Daniella disse...

amei Carol, li isso na hora certa!

Bruna disse...

maravilhoso como sempre.