segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Ética e/ou Anti-ética

Em Filosofia, Ética significa o que é bom para o indivíduo e para a sociedade, e seu estudo contribui para estabelecer a natureza de deveres no relacionamento indivíduo - sociedade. (Fonte: Wikipédia)


Muito já se discutiu sobre ética e situações onde a mesma esteve ausente. Tais situações não são raras, basta sentar para assistir um jogo de futebol domingo na TV e iremos nos deparar com a mais clara falta de ética, transmitida em rede nacional, onde vence aquele time que tem a maior torcida, ou o que o clube tem mais capital. Se roubar é anti-ético, criminoso e dá cadeia, porque então juízes de futebol continuam soltos passeando com o cachorrinho sábado de manhã? Num Brasil onde o povo está acostumado a ser feito de otário na cara pelos políticos que elegeu, não é de se estranhar que o título de campeão 2008 da Fórmula 1 tenha sido tirado de maneira tão cruel e desonesta do brasileiro Felipe Massa, que manteve a primeira posição durante toda corrida e teve seu sonho interrompido por um piloto que se deixou ser ultrapassado intencionalmente.


Em nosso cotidiano tem sido cada vez mais comum vivenciar situações que nos levam a refletir sobre o certo ou errado. Perante nossos valores não devemos executar determinada ação, mas nossos interesses nos motivam a fazê-la, é aí que mora o perigo!
Ser ético e lutar contra alguma vontade ou ficar com a consciência pesada por não ter sido ético?

Priorizo meu amor própio, mas não posso deixar que ele me faça ir pelo caminho mais curto e que eu prejudique aguém, antes demorar um pouco mais para chegar pelo caminho mais longo do que ser responsável pelo tombo alheio.

Julgo ético tudo aquilo que visa o bem comum, um acordo de todas as partes em que ninguém saia prejudicado. Julgo ético não ser hipócrita, não ultrapassar os própios limites e os do outro.

Considerando tudo que já foi dito pelas diversas gerações passadas e o que é dito hoje em dia, ouso dizer que grande parte dos problemas do mundo estão ligados à ética... Ou melhor, à falta dela. Onde mata-se em nome de Deus ou pela droga da semana, e ainda nas coisas que parecem ser tão banais sob muitas opiniões, como não devolver um troco que lhe foi dado a mais ou furar uma fila.

Brasil Etica e Poder:


Próximo tema: Guerra pela audiência televisiva

5 comentários:

Rui disse...

O Glock estava usando pneus intermediário, não fez pit e foi o mais rápido enquanto a chuva não apertou. Por isso ele estava naquela posição, senão ia perder de qualquer jeito o lugar para Vettel e Hamilton. Na subidinha do final o pneu não deu tração e os dois o passaram.

E até onde é "o limite do outro"? Isso é relativo (não quero dar uma de babaca e relativizar tudo), já que cada um pode ter uma visão sobre o que é ofensivo ou não. Não estou criticando o que foi dito, só dando um ponto de vista alernativo. Outra coisa: muitas pessoas falam em "faxina" quando se trata de crime e política, inclusive dando respaldo à morte desses "vilões". Não seria anti-ético também? Esse assunto é muito chato, então paro por aqui.

Mas gostei do texto, fora o Glock

Sara Tellado disse...

Concordo que tentar ultrapassar às vezes os próprios limites pra tentar se igualar ou superar os limites do outro é anti-ético. E concordo também mais ainda que ser hipócrita é anti-ético.

Na hora de falar sobre ética, quase todos falam o mesmo que você a respeito de não prejudicar os outros ou não ser responsável pelo tombo alheio, mas acho isso uma grande hipocrisia quando solta pela boca dessa maioria. Porque uma simples fofoca também é anti-ético, uma simples e pequena mentira também; e isso é o que a maioria de nós mais estamos acostumados a fazer.


Falar sobre ética é muito delicado e, por isso acho que você poderia ter evitado generalizar ao falar sobre o futebol. Mas fora isso, o texto está bom.

Gabriel Zambrone disse...

Intervenção:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Formula_1/0,,MUL848446-15011,00-GLOCK+DISPARA+QUEM+ACHA+QUE+EU+DEIXEI+O+LEWIS+PASSAR+E+TOTALMENTE+ESTUPIDO.html

Gabriel Zambrone disse...

http://globoesporte.globo.com/
Esportes/Noticias/Formula_1/
0,,MUL848446-15011,00-GLOCK+
DISPARA+QUEM+ACHA+QUE+EU+DEIXEI+
O+LEWIS+PASSAR+E+TOTALMENTE
+ESTUPIDO.html

link inteiro, copie e cole um por um!

Débora Dezerto disse...

Ser ético é mais difícil do que ser ecologicamente correto.
Para ser ético é preciso não ser egoísta (no maior sentido da palavra), e sendo o mundo politicamente, economicamente e socialmente egoísta, não consigo ter pensamentos positivos sobre qualquer estabelecimento da ética.

Gostei do tema e do texto.
Abç.