segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Masturbação, Vício Solitário.



Masturbação ingrata. O ser humano nasce com desejos sexuais tanto como qualquer outro animal, mas é um único animal burro o suficiente pra criar regras e imposições ao sexo, uma longa e varia lista de coisas que se pode ou não fazer durante um ato sexual, fazendo uma ligação com a Zé anterior, tudo por causa da merda do pudor, pudor de disser que tem vontade pudor de não transar com qualquer pessoa pudor de pedir pra ir com força ou de ir mais devagar de apagar a luz, pudor que nos leva a insatisfação, a masturbação chega como uma saída para liberar toda a energia que fica retida por causa dessas imposições, a final, se temos um parceiro não existe necessidade de brincarmos sozinhos, (mas fazer o que? Quem não tem cão...) é não tenho puderes nem escrúpulos pra falar que mesmo solitária é uma alternativa muito prazerosa, mas uma saída ingrata, uma vez descoberta temos de tomar cuidado para que ela não passe a ser a porta principal.

Comparada com o bom e ardente sexo, (digo sexo porque 'fazer amor' é uma invenção, o ato de 'fazer amor' não passa de sexo com uma pessoa que você se preocupa.) ela deixa uma sensação de falta, como se parte da energia não fosse liberada, o que faz com que nos masturbemos com muito mais freqüência. Quando se tem sexo com freqüência não se tem necessidade de pensar em masturbação, mas quando se tem masturbação com freqüência vem a necessidade de pensar em sexo, e pensar em sexo leva a necessidade de mais masturbação, essa ingrata viciante.
Freud costumava se referir à masturbação como 'O Vicio Solitário', não acho que esteja totalmente certo por que não necessariamente precisa ser solitário...

Muito bem o tema para o próximo Zé é:Busca pelo prazer’.
_

3 comentários:

Gabriel Zambrone disse...

(Comentário de Vivian Lee)

"Não despreze a masturbação - é fazer sexo com a pessoa que você mais ama".

Nada mais a declarar.
À propósito, vocês vão ficar falando de sexo todo o tempo? Maaaaah que côsa!

Gabriel Zambrone disse...

(comentário de Julinha O.Daniel)

Bom eu só puxei o tema pra não fugir muito da linha de raciocínio... e a busca pelo prazer pode ser um tema muito mais abrangente do que sexo, inclusive tem gente que vive pela busca dos prazeres em geral, eu sou uma dessas pessoas... vamos pessoal abram suas mentes!

Sara Tellado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.